Memórias

Ultimamente tenho postado muitos textos aqui no blog e vi que alguns têm grandes números de acessos e outros nem tanto. Mas não vou parar de escrever aqui esses textos que são como grandes desabafos ao mundo. Me faz bem, assim espero motivar e dar uma pequena luz há quem talvez se identifique com o que eu estou escrevendo aqui.

Muitas vezes escrevo aqui coisas que estou sentindo no exato momento em que estou digitando (muitas vezes é assim, como agora), outras vezes deixo pra escrever quando estou mais tranquila e quero apenas registrar o meu momento em texto, tipo um diário de memórias. Nossa ter um diário de memórias é tão gostoso, aprendi com minha mãe a descrever o que estou sentindo, vivendo ou pretendendo fazer. Ela tem muitos pedaços de diários de memórias, espalhados pela casa, ela nunca foi fixa apenas em um único diário. Pois nem sempre dava tempo ou ela estava com ele em mãos, então muitas vezes vi memórias escritas dela, em pedacinhos de papel jogados em um canto da casa, ou até mesmo nos rodapés de agendas de uso comum em casa, alguma memória do momento em exato que estava acontecendo.

Bem, crescei assim e hoje tenho um blog onde eu falava muito sobre produtos e outras pessoas hoje tenho a oportunidade de escrever sobre mim e o que estou sentindo, por mais que não seja isso que muitas pessoas procurem eu acredito que um dia eu possa voltar aqui e re-ler isso tudo e ficar impressionada com tudo que já me aconteceu, trazendo à tona sentimentos bons ou até mesmo ruins, porém que faram sentindo em algum momento em minha vida. Exemplo hoje quando voltei aqui e li um post do início de 2017, fiquei impressionada como boa parte das coisas ainda por incríveis que pareçam não mudaram, vi também o quanto isso, esta sendo ruim em minha vida e agora mais do que nunca tenho que fazer algo acontecer.

Vamos entrar no assunto que eu queria tanto ter chegado, após tudo esse sermão. Não é fácil levantar à cabeça, muita gente fala "Ah, você tem que levantar a cabeça e seguir em frente", mas não sabem o verdadeiro peso dessa atitude em tal situação da vida da pessoa. Depende apenas da pessoa atingida querer levantar ou não, por isso o que eu posso falar pra você é: Olhe pra dentro de você e descubra o que você tem de melhor, valorize isso e lute para mostrar isso para o mundo. Você é incriável e tem grandes poderes, sabia? Acredite em você, mesmo que muitos falem que não é possível, se você acredita no impossível ele vai acontecer pra você.

Agora voltando ao assunto "Diário de memórias", faça um, comece hoje mesmo e descreva o seu atual momento o que você esta sentindo, o que você viveu hoje... Guarde e no futuro quando você estiver bem e tranquilo leia, reflita e se necessário revisar algo em questão, revise. Se você já estiver em um ponto avançado e feliz, além do que você escreveu, se sinta orgulhoso e comemore.


Bem esse é o texto de hoje, falei bastante espero que sirva para alguém. Beijos


0 comentários:

Deixe aqui seu comentário.